Entregas grátis Portugal Continental e Espanha a partir de 35€

Porquê Microalgas

A Chlorella vulgaris é uma microalga conhecida há séculos por ser fonte e suplemento alimentar de vários povos, como os Astecas, sendo considerada atualmente um superalimento e uma tendência por todo o mundo! 
 
Existem  inuméros estudos científicos, de elevado renome internacional, que destacam a funcionalidade da  Chlorella vulgaris, contribuindo para o bem-estar e um estilo de vida equilibrado e saúdavel. Conheça os efeitos e propriedades naturais únicas do seu consumo:
 
✓ Multivitamínico completo: Vasta gama de micronutrientes, incluindo clorofilas e carotenóides, tais como a luteína, α-caroteno e β-caroteno;  minerais, nomeadamente o Ferro, Potássio, Cálcio, Magnésio e Fósforo; e vitaminas, com especial atenção para as vitaminas do complexo B, como a ácido fólico (B9) ou cobalamina (B12),e ainda vitamina D (Safi et al., 2014; Bito et al., 2020).
✓ Poder AntiOx: A presença naturalmente rica de compostos bioativos, incluindo clorofila e carotenóides, como a luteína, fitoeno, e β-caroteno, e ainda vitaminas, como vitamina C e E, contribuem para propriedades antioxidantes benéficas no organismo (Lee et al., 2010; Panahi et al., 2012; Panahi et al., 2013; Bito et al., 2020; Schüler et al., 2020).
✓ Poder Detox: Capacidade única de desintoxicar o organismo de metais pesados, tais como o metilmercúrio, e aminas heterocíclicas presentes (Lee et al., 2015; Maruyama et al., 2017; Merino et al., 2019).
✓ Potencial Pré- e Próbiótico: Elevada aplicabilidade em produtos lácteos fermentados como próbiótico e versatilidade como prébiótico para a microflora intestinal. Desta forma, pode contribuir para regulação do trânsito intestinal, controlo do peso, inibição de infeções patogénicas (Fujiwara et al., 1998; Beheshtipour et al., 2013; Jin et al., 2020).
✓ Efeito Cardioprotector: A suplementação de Chlorella reduz os fatores de risco cardiovasculares, melhorando entre vários aspectos os níveis de colesterol total, níveis de LDLC, pressão arterial sistólica e diastólica (Ryu et al., 2014; Kim et al., 2016; Fallah et al., 2018).
✓ Impulsiona a imunidade: Contribui para estimulo da função imunológica, ativando produção de moléculas responsáveis pela resposta imunitária (células NK) (Kwak et al. 2012).
✓ Efeito hepatoprotector: A consumo de Clorela ajuda na perda de peso, diminuição do nível glicose no sangue e melhorar os nível lípidicos, sobretudo em pessoas com doença hepática não alcoólica (Ebrahimi-Mameghani et al., 2014; Chitsaz et al., 2016; Ebrahimi-Mameghani et al., 2016).
✓ Promove o bem-estar mental: A toma de Clorela demonstra ser um potencial adjvante clínico no tratamento de sintomas físicos e cognitivos da depressão e ansiedade (Panahia et al., 2015).
✓ Workout booster: Em sessões de exercícios intensos, a suplementação de Chlorella diminuiu os níveis plasmáticos, diminuiu a propriedade inflamatória da Interleucina 6 e a resistência à insulina, em homens com obesidade (Samadi et al., 2020).
 
A Chlorella pode ser consumido em cápsulas, comprimidos ou em pó. O pó pode ser adicionado para criar receitas naturalmente deliciosa, tornando as suas refeirções ou snacks nutricionais e saudáveis. Experimente em sumos de frutas e batidos, smothies, sopas, iogurtes ou queijos, molhos ou outras receitas.
 
Super-Microalgas na alimentação?

Chlorella vulgaris é um microrganismo unicelular de 3 bilhões de anos. Esta microalga verde de água doce era naturalmente consumida na região da América Central, pelo povo Asteca, e foi considerada e estudada como suplemento alimentar para os astronautas, durante a corrida ao espaço! Hoje é considerada um superalimento sustentável, com a capacidade de fornecer uma variedade enorme de macro e micro nutrientes, incluindo todos os aminoácidos e ácidos gordos essenciais, sendo-lhe reconhecidos efeitos benéficos na saúde pelo seu consumo regular!
Spirulina, cientificamente conhecida como Arthrospira platensis, é uma cianobactéria de coloração azul-esverdeada derivado à presença de pigmentos naturais, a clorofila (verde) e a ficocianina (azul). A presença da Spirulina na dieta humana é reportada ao ínicio do século XVI nos povos da América Central, sendo o seu consumo também evidenciada na Africa Central, nas tribos ao redor do Lago Chade, onde esta cianobactéria crescia naturalmente. A Spirulina é actualmente reconhecida como um superalimento pelo seu elevado teor de proteína vegetal, presença de vitaminais, como a Vitamina A, Vitamina E e Vitamina B12, e ainda a notável composição em pigmentos, especialmente a ficocianina, um poderoso antioxidante natural para o organismo.
Tetraselmis chui é uma microalga marinha unicelular de elevado valor nutricional para a dieta humana, sendo uma fonte sustentável de proteínas e importantes compostos bioativos. Esta microalga verde foi aprovada pela Comissão Europeia em 2013 como Novel Food, reconhecendo-a como segura e potenciando assim o seu uso como suplemento alimentar ou condimento na formulação de certos alimentos.

« Voltar